option

DZSO-01

INFORMATION STATISTIQUES RECORDS
FAIRE LE TEST
Titre du test:
DZSO-01

Description:
Resolution

Auteur:
andreh_oliver
(Autres tests du même auteur)

Date de Création:
22/02/2021

Catégorie:
Autres

Nombres des questions: 38
Suivez les meilleurs tests sur facebook, en pressant 'J'aime'
Facebook
Twitter
Whatsapp
Suivez les meilleurs tests sur facebook, en pressant 'J'aime'
Facebook
Twitter
Whatsapp
Derniers commentaires
Pas commentaires sur ce test.
Contenu:
Qual acontecimento foi de fundamental relevância para o debate da importância da AI (Atividade de Inteligência) para a Segurança Mundial? Revolução Francesa Atividade de Inteligência do país Atentado Terrorista "World Trade Center" Golpe Militar.
Constitui fator indispensável de assessoria à tomada de decisão: Atividade de Inteligência (AI) Doutrina Nacional de Inteligência (DNI) Política Nacional de Inteligência (PNI) Sistema Brasileiro de Inteligência (SISBIN), Sistema de Inteligência da Marinha (SIMAR).
É uma entidade cujo propósito é o de prestar serviço especializado para uma clientela específica: Órgão de Inteligência (OgI) Atividade de Inteligência (AI) Órgão de Inteligência (OgI) Política Nacional de Inteligência (PNI) Doutrina Nacional de Inteligência (DNI).
Seu foco, está voltado para a qualidade, a oportunidade e a utilidade do que produz: Atividade de Inteligência Órgão de Inteligência Atividade de Inteligência Geral da Marinha Órgão de Inteligência Geral Atividade de Inteligência da Marinha.
Para a Atividade de Inteligência (AI) atuar de forma coordenada e sistêmica é necessário, exceto: a uniformização de princípios conceitos valores meios normas.
Conjunto de conceitos, princípios, normas, métodos e processos, que orientem e disciplinem uma atividade: Doutrina Atividade Política Nacional Doutrina Nacional Sistema Nacional.
As instituições privadas geralmente desenvolvem doutrinas próprias: V F.
As instituições públicas que fazem parte do Sistema Brasileiro de Inteligência (SISBIN), seguem a Política Nacional de Inteligência (PNI) e a Doutrina Nacional de Inteligência (DNI). V F.
Documento de mais alto nível de orientação da atividade de Inteligência no País: Doutrina Nacional de Inteligência Política Nacional de Inteligência Sistema Brasileiro de Inteligência Doutrina.
A quem compete fixar a Política Nacional de Inteligência (PNI)? Órgão de Controle Externo Presidente da República Congresso Nacional Constituição Federal Órgão de Controle Interno.
É um conjunto de conceitos, princípios, normas, métodos e processos que orienta e disciplina a AI do Estado brasileiro. DNI SISBIN PNI AI OgI.
Do primeiro fundamento (teoria) derivam proposições situadas predominantemente no plano do: “dever ser” “dever ser” “ser” “poder ser” “saber ser” “querer ser ”.
Do segundo fundamento (realidade) emergem preceitos que se colocam basicamente na ordem do: “poder ser” “ser” “ saber ser” “querer ser” “poder”.
É universalmente conhecida e produz conhecimentos para o assessoramento dos escalões superiores: Atividade de Inteligência Sistema Brasileiro de Inteligência Política Nacional de Inteligência Doutrina Nacional de Inteligência.
A alta gerência de Estado, como princípio básico, recomenda que todo ato decisório deva estar lastreado em subsídios oportunos, amplos e precisos. V F.
A atividade que objetiva a obtenção, análise e disseminação de conhecimentos dentro e fora do território nacional sobre fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre o processo decisório e a ação governamental e sobre a salvaguarda e a segurança da sociedade e do Estado. Gerência Inteligência Sistema Paciência.
Qualquer que seja o campo de atuação, os princípios básicos que regem a produção de Inteligência devem ser aplicados na justa medida, de modo a evitar que a ênfase em um deles acarrete prejuízo na observância dos demais. V F.
São princípios básicos da Inteligência, exceto: Amplitude Clareza Controle Correção Integração.
O conhecimento produzido sobre o fato ou situação deve ser o mais amplo possível, sem perder a concisão, a fim de facilitar seu entendimento. Clareza Controle Amplitude Imparcialidade Interação.
O resultado final, ou seja, o conhecimento produzido deve ser de completa e imediata compreensão pelo usuário, sem permitir duplas interpretações. Amplitude Clareza Integração Correção Controle.
As ações que devem ser praticadas sob acompanhamento permanente de um responsável, por meio de procedimentos próprios para cada caso. Amplitude Controle Clareza Objetividade Oportunidade.
O conhecimento difundido deve ser pertinente e isento de idéias preconcebidas, subjetivismos e outras influências que gerem distorções na sua interpretação. Imparcialidade Integração Objetividade Controle Interação.
Todos os dados e conhecimentos obtidos devem ser processados, a fim de que o produto resultante seja o conhecimento integrado. Objetividade Integração Simplicidade Segurança Preservação da fonte.
O conhecimento deve ser produzido de modo a atender objetivos bem definidos pela necessidade da AI a fim de minimizar custos, tempo e, principalmente, riscos desnecessários. Objetividade Oportunidade Interação Simplicidade Segurança.
Por ser uma atividade de assessoria, os conhecimentos produzidos devem chegar a quem decide com antecedência suficiente para que este possa tomar quaisquer ações consequentes. Segurança Oportunidade Controle Integração Simplicidade.
A produção do conhecimento deve ser protegida, ou seja, todas as medidas de segurança devem ser tomadas para que somente as pessoas credenciadas e com a necessidade de conhecer o assunto possam ter acesso a ele. Segurança Simplicidade Interação Preservação da fonte Integração.
Implica planejar e executar ações da forma mais simples possível, de modo que sejam evitados custos e riscos desnecessários. Parte-se sempre da maneira mais simples para amais complexa, do mais barato para o mais custoso, do mais ostensivo para o mais sigiloso e do menos para o mais perigoso. Oportunidade Simplicidade Interação Objetividade Segurança.
A fonte de dados deve ser preservada, ou seja, o profissional de Inteligência obterá seus dados por meio de uma pessoa, de uma Organização, uma imagem, documentos ou de quaisquer outros meios, e estas fontes não podem ser divulgadas, nem mesmo para quem decide, de forma a assegurar a manutenção do fluxo de dados, bem como a sua integridade. Simplicidade Oportunidade Interação Preservação da fonte Objetividade.
Tem por propósito integrar as ações de planejamento e execução da Atividade de Inteligência (AI) no País, com a finalidade de fornecer subsídios ao Presidente da República nos assuntos de interesse nacional: SISBIN DNI SIMAR CIM AI.
É responsável pelo processo de obtenção, análise de dados e pela difusão de conhecimentos necessários ao processo decisório do Poder Executivo, em especial no tocante à segurança da sociedade e do Estado, bem como pela salvaguarda de assuntos sigilosos de interesse nacional. DNI PNI CIM SIMAR SISBIN.
É o conjunto de todos os órgãos de inteligência empenhados na atividade de inteligência. SISBIN DNI PNI AI SIMAR.
Tem como propósito assessorar ao Comandante da Marinha, ao Órgão de Direção- Geral, ao Almirantado e, subsidiariamente, aos Titulares de OM, no processo de tomada de decisão. Está estruturado em Órgãos de Cúpula (OC), Agências de Inteligência (AgI) e Células de Inteligência (CInt). SISBIN SIMAR DNI PNI DOUTRINA.
O SIMAR dispõe, ainda, de um CONSECON, de caráter permanente, integrado pelos Oficiais-Superiores que chefiam ou dirigem os OC, com o propósito de coordenar as atividades no âmbito do Sistema. V F.
SÃO INTEGRANTES DO SIMAR, EXCETO: EMA CIM SIM ComOpNav.
É o órgão centralizador, coordenador da produção e produtor de conhecimentos do Campo Externo, relacionados ao conhecimento Estratégico-Militar. É também o responsável pela Doutrina de Inteligência da Marinha, assessorado pelo ComOpNav e CIM nas suas respectivas áreas de responsabilidade. EMA CIM SIM ComOpNav DCTIM.
É o órgão centralizador, coordenador da produção e produtor de conhecimentos operacionais, bem como supervisor no ramo da Contrainteligência na MB, no que se refere à Segurança Orgânica. Cabe também ao ComOpNav assessorar o EMA no estabelecimento e na condução da Doutrina de Inteligência nos assuntos relacionados aos temas de sua competência. EMA DCTIM CIM ComOpNav AgI.
É o órgão centralizador, coordenador da produção de conhecimentos do Campo Interno e no que se refere ao ramo da Contrainteligência na MB. É também supervisor no ramo da Contrainteligência, no que se refere à Segurança Ativa. EMA CIM DCTIM AgI ComOpNav.
Compete a produção de Estudos de Inteligência e a orientação e coordenação da Atividades de Inteligência das Células de Inteligências, em sua área de atuação. AgI SIM CIM DCTIM EMA.
Rapporter le test Conditions d'usage
DÉBUT
CRÉER TEST
INFORMATION
STATISTIQUES
RECORDS
Tests d'auteur